5 filmes que te ajudam a entender a Primeira Guerra Mundial

Doenças, fome, frio, ataques químicos e as batalhas, lógico, foram as principais causas dessas mortes. Mas qual o motivo para começar uma guerra que só trouxe sofrimento para todos os envolvidos? Oficialmente, o conflito começou em 1914, mas os países da Europa já estavam em tensão há muito tempo. Então, quando o príncipe Francisco Ferdinando do Império Austro-Húngaro foi morto em uma visita àBósnia, foi a “desculpa” perfeita que todo mundo estava esperando para começarem a guerrear.

A partir daí, as coisas só foram ficando mais complicadas. De forma beeeem resumida, podemos organizar os eventos em ordem cronológica mais ou menos assim:

  • A Europa se divide entre a Tríplice Aliada (França, Rússia, Inglaterra) e a Tríplice Entente (Impérios Alemão, Austro-húngaro e Otomano).
  • Corrida armamentista entre Alemanha e Inglaterra.
  • A Primeira Batalha do Marne
  • Uso de trincheiras como artifício de guerra.
  • Campanha de Galípoli
  • Batalha de Verdun
  • A entrada dos Estados Unidos na Guerra, do lado aliado.
  • Ofensivas de 1918 (últimos ataques da guerra que rolaram em 1918)
  • Vitória dos Aliados.

Complexo, né? Mas fica tranquilo! Estes foram acontecimentos determinantes para o rumo que a guerra tomou. O ideal é você conferir alguns resumos que vão te ajudar a entender o melhor esses eventos. Além disso, nosso time de professores selecionou algumas produções para você conferir e ficar por dentro de tudo que rolou na Primeira Grande Guerra. São quatro filmes e uma série que vão te ajudar a entender os eventos importantes que rolaram nos conflitos.  Bora nessa? 😉

 




Gallipoli (2006)

Entre abril de 1915 e janeiro de 1916, a Tríplice Aliada e a Tríplice Entente estiveram envolvidos na Campanha de Galípoli. Os ingleses queriam dominar alguns territórios estratégicos para chegar ao mar da Rússia, como a Península de Galípoli e o Estreito de Dardanelos, ambos na Turquia.

 




Como ninguém é bobo nem nada, as tropas da terra da rainha também pretendiam dominar a capital do Império Otomano, a antiga Constantinopla. Hoje a conhecemos como Istambul. Acontece que a empreitada foi um total fracasso por parte dos aliados. Os ingleses recrutaram tropas australianas e neozelandesas para se juntarem ao ataque. Acontece que todos eles foram M-A-S-S-A-C-R-A-D-O-S pelos otomanos! O documentário “Gallipoli”, com direção de Tolga Örnek, vai abordar justamente a vitória dos otomanos sobre os ingleses, mesmo que a Tríplice Entente tenha perdido a Guerra.

Segunda temporada de Downton Abbey (2012)

Downton Abbey não é um filme, mas uma série que conta a história de uma família s-u-p-e-r rica na Inglaterra. O pessoal é tão rico que tem vários mordomos trabalhando para os Crowley. Estava tudo tudo bem até que começa a Primeira Guerra Mundial e a dinâmica da família começa a mudar. Assistir a segunda temporada desta série é muito interessante porque explora a rotina das pessoas que não lutaram no conflito, mas foram afetadas indiretamente pelas suas consequências.    A série inglesa tem conquistado muitas indicações da crítica especializada, principalmente por conta do seu figurino que retrata fielmente as roupas da época.

 




Cavalo de Guerra (2011)

Dirigido por Steven Spielberg, “Cavalo de Guerra” vai contar os acontecimentos da Primeira Guerra Mundial sob a perspectiva de um cavalo. “Joey”, como é batizado por seus donos, é levado pela cavalaria britânica para possa ser usado na guerra. O espectador acompanha os detalhes do que acontecia tanto nos momentos pré-combate quanto o que acontecia nos campos de batalha.

 




Mulher Maravilha (2017)

Reaction GIFs - Find & Share on GIPHY

O filme mais recente da nossa lista fala sobre a super-heroína se adaptando aos costumes do mundo humano. A Mulher Maravilha, querendo encontrar o deus Ares, passa a lutar do lado da Tríplice Aliada quando os Estados Unidos entra na Primeira Guerra. Sem mais informações para não dar spoilers. 😉

 




Feliz Natal (2005)

A Primeira Guerra também é bem conhecida como “A Guerra das Trincheiras”. Os soldados cavavam caminhos na terra que tinham quilômetros de extensão. Dentro dessa espécie de “buracos” eles podiam se proteger de possíveis ataques. O que acontece é que, nesse ambiente de guerra em que todo mundo tenta conquistar o território de todo mundo, o espaço de terra entre as trincheiras era considerado de ninguém.

 




Eis que na véspera de natal de 1914, as tropas francesas, alemãs e belgas estabelecem uma trégua da guerra e decidem comemorar a data entre si. O nível de celebração foi tamanho que os soldados inimigos jogaram futebol juntos e trocaram presentes entre si. Lógico que os comandantes das tropas não ficaram nem um pouco felizes com isso e ordenaram que os homens voltassem a guerrear. Esta é uma história que aconteceu de verdade neste contexto, contada neste filme como uma forma de mostrar os momentos de humanidade presentes na Primeira Guerra.

Leave a Comment