Seis possíveis temas de redação ENEM 2018

Confira 6 possíveis temas de Redação para o ENEM 2018

OS PERIGOS DAS FAKE NEWS NA ERA DA INFORMAÇÃO

As fake news, notícias falsas que se espalham de forma rápida principalmente nas mídias sociais, têm sido um problema com consequências graves. Muitas vezes, não se trata de uma apuração equivocada, mas um boato intencionalmente malicioso. A democratização do acesso à informação na atualidade contribuiu para a evolução social, mas nem todo mundo que consome os conteúdos na internet têm a consciência crítica de averiguar se aquela mensagem é verdadeira ou falsa, o que é uma “porta de entrada” para que oportunistas manipulem, propaguem conteúdos mentirosos e alcancem um grande número de pessoas. Em época de eleição, como teremos neste ano, é comum que boatos sobre os candidatos comecem a circular. Mas não há garantias de que as informações sejam verdadeiras, cabendo ao cidadão analisar fontes, pesquisar sobre o autor da notícia, conferir datas e dados, por exemplo, dentre outras inúmeras estratégias para não propagar notícias falsas.
 

 CONCEITO DE FAMÍLIA NO SÉCULO XXI

As configurações familiares mudaram bastante nos últimos anos. Pela Constituição, família é aquela composta pela união de um casal heterossexual e seus filhos dentro deste núcleo, descartando as demais relações, como as monoparentais ou a união homossexual. Devido a isso, debates foram levantados quanto à validade desse conceito: por que as relações que fogem ao tradicional não podem ser consideradas familiares? O tema é relevante e possível de ser cobrado na redação.

O AUMENTO DA DEPRESSÃO ENTRE OS JOVENS NO BRASIL

O número de jovens acometidos pelo mal da depressão está cada vez maior na modernidade. Alguns fatores desencadeantes são a pressão com vestibulares, instabilidade emocional, ansiedade e o imediatismo não atendido. O uso de drogas e entorpecentes também é um fator que pode causar a doença, além do vício nas redes sociais, que pode expor o jovem a uma busca excessiva pela aceitação e pelo ideal estético, constantemente instigados pela comparação feita, o que acaba frustrando-o. É importante pensar nas causas, consequências e propor mudanças para essa realidade cada vez mais expressiva na sociedade.

SISTEMA PRISIONAL

O que deveria ser um espaço de ressocialização para quem comete infrações contra as leis sociais torna-se, cada vez mais, um ambiente de desumanização e maus-tratos. O Brasil tem a 4ª maior população carcerária do mundo, aproximadamente 700 mil presos, mas não possui infraestrutura para comportar este número. Celas superlotadas, alimentação precária e violência são só alguns dos problemas que fazem do sistema carcerário um problema grave. Logo, é possível que esta pauta seja proposta como tema, considerando a discussão necessária para a garantia dos Direitos Humanos a esses indivíduos.

 

DOENÇAS EPIDÊMICAS

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), desde a década de 70, 39 novas doenças se desenvolveram, e nos últimos cinco anos foram identificadas mais de 1,1 mil epidemias, como as de ebola e gripe aviária. O fluxo intenso e constante de pessoas viajando de avião todos os anos corrobora para que as doenças ressurjam, e ainda há o fator de resistências dos vírus aos medicamentos desenvolvidos. Este é um tópico possível de ser cobrado, no qual o aluno deverá discutir as medidas eficientes e ineficientes que estão sendo tomadas quanto ao problema, que é grave e merece atenção imediata.

 

MOBILIDADE URBANA

O fluxo intenso de veículos prejudica a mobilidade urbana e impacta negativamente o meio ambiente. Pensando nisso, uma estratégia seria instigar os cidadãos a usarem o transporte público. Este, porém, tende a ser precário, o que faz com que as pessoas continuem investindo em seus veículos próprios. Projetos para a melhoria do trânsito são pensados constantemente, para modificar o caos dos grandes centros urbanos, porém, a frota de veículos aumenta, e o planejamento urbano está cada vez mais difícil. Há uma evidente urgência para que o problema seja solucionado, o que justifica a possibilidade de suscitar a questão como tema da redação do Enem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *