Sistema Internacional de Medidas

Até 1960 havia em todo o mundo diversos sistemas de unidades, isto é, conjuntos diferentes de unidades fundamentais que davam origem a inúmeras unidades derivadas. Grandezas como força e velocidade, por exemplo, tinham cerca de uma dezena de unidades diferentes em uso. Por essa razão, a 11º Conferência Geral de Pesos e Medidas (CGPM) criou o Sistema Internacional de Unidades (SI) com o objetivo de eliminar essa multiplicidade de padrões e unidades. O SI deveria atribuir a cada grandeza uma só unidade, o que foi acordado na 14º CGPM, em 1971.

Nessa Conferência foram selecionadas as unidades básicas no SI: metro, quilograma, segundo, ampère, kelvin, mol e candela, correspondentes às grandezas fundamentais: comprimento, massa, tempo, intensidade de corrente elétrica, temperatura termodinâmica, quantidade de matéria e intensidade luminosa.

Do mesmo modo, foram estabelecidos os seus símbolos e unidades derivadas.  Veja na tabela abaixo:

 

O progresso científico e tecnológico tem possibilitado a redefinição dos padrões dessas grandezas.

Clique aqui para baixar o resumo .pdf

Clique para baixar o Mapa Mental

Clique para assistir a vídeo-aula