Entenda a MITOSE de uma vez por todas

Entenda a MITOSE de uma vez por todas

Mitose, também conhecida como cariocinese cariomitose, é um conceito relacionado com biologia que representa o processo de divisão celular indireta pela diferenciação dos cromossomos e sua distribuição em duas partes iguais. É o processo normal de divisão do núcleo celular em dois que precede a divisão celular.

Decorre geralmente como forma de uma divisão celular homeotípica, que tem a função de transmitir às células filhas a informação genética dos cromossomos do núcleo sem qualquer alteração quantitativa ou qualitativa, no que se diferencia da meiose.

Na interfase, o período entre duas divisões nucleares, tem lugar a duplicação dos cromossomos e a replicação idêntica do DNA. A mitose pode se efetuar em poucos minutos ou levar várias horas.

Normalmente, uma divisão celular é seguida por outra divisão celular. Pode aparecer uma multiplicação do número de cromossomos quando tem lugar uma divisão longitudinal, repetida nos cromossomos, sem que no seguimento se efetue uma distribuição de cromossomos filhos e uma formação de núcleos filhos (endomitose). Este tipo de núcleos com cromossomos múltiplos se chama poliploides.

Fases da Mitose

A mitose se divide em várias fases:

  • Prófase: a cromatina amorfa se condensa até formar os cromossomos, que se compõem de dois cromatídios, unidos apenas na região dos centrômeros; a membrana nuclear e o nucléolo começam a se dissolver e nos polos aparecem massas fibrosas que constituem o aparelho miótico ou fuso acromático. Nele se encontram inseridos os cromossomos pelo centrômero, que iniciam o seu deslocamento em direção à placa equatorial;
  • Metáfase: os cromossomos, muito encurtados devido a um retraimento em espiral dos cromonemas, se unem no centro da célula, formando a placa equatorial;
  • Anáfase: as metades idênticas dos cromossomos (denominados agora de cromossomos filhos) se separam em direção aos polos por influência do fuso acromático; frequentemente se torna visível uma nova divisão longitudinal dos cromossomos como preparação para a próxima divisão nuclear. Os cromossomos filhos se agrupam nos polos;
  • Telófase: os cromossomos filhos agrupados nos polos rodeiam-se de nova membrana celular e reaparece o nucléolo; no final, os cromossomos totalmente desenrolados se tornam invisíveis.

Mitose e Meiose

A mitose e meiose são dois processos de divisão celular realizados no organismo humano e existem algumas diferenças entre os dois processos.

A mitose ocorre em células somáticas e não há redução no número de cromossomos, enquanto que a meiose ocorre em células germinativas e o número de cromossomos da célula filha é metade do número da célula mãe.

Uma célula que tenha passado pelo processo de mitose pode sofrer mitose outra vez, enquanto uma célula produzida por meiose não pode passar por esse processo novamente.

As duas células geradas pela mitose são geneticamente iguais. Já as quatro células geradas pela meiose são geneticamente diferentes entre elas e também diferem-se da célula mãe.

Saiba quais questões mais aparecem em Biologia no ENEM desde 2009

Quando vamos iniciar nossa preparação nos estudos, é sempre importante revisar os conteúdos anteriores daquela prova para podermos ter uma noção exata do que revisar.

No ENEM não é diferente. Muitos estudantes procuram quais os assuntos e questões que mais caem no ENEM para poderem fixar e direcionar seus estudos de uma forma mais inteligente.

Pensando nisso, elaborei pra vocês quais as questões e assuntos que mais aparecem na disciplina de Biologia desde o ENEM 20019. Confira!

CONTEÚDO BIOLOGIA ENEM

Ecologia = 55 questões e representa 19,4% do que mais cai

Citologia = 32 questões e representa 11,3% do que mais cai

Histologia e fisiologia (animal e humana) = 32  questões e representa  11,3% do que mais cai

Fundamentos da ecologia = 23 questões e representa 8,1% do que mais cai

Biotecnologia = 22 questões e representa 7,8% do que mais cai

Microbiologia e doenças associadas (parasitologia) = 22 questões e representa  7,8% do que mais cai

Cadeias e teias (fluxo de energia) = 16 questões e representa 5,7% do que mais cai

Evolução 16 questões e representa = 5,7% do que mais cai






Biologia molecular (inorgânica e orgânica) = 12 questões e representa 4,2% do que mais cai

Biomas = 12 questões e representa 4,2% do que mais cai

Genética mendeliana = 8 questões e representa 2,8% do que mais cai

Botânica = 8 questões e representa 2,8% do que mais cai

Genética molecular = 7 questões e representa 2,5% do que mais cai

Embriologia e reprodução (animal e humana) = 6 questões e representa 2,1% do que mais cai






Método científico = 4 questões e representa 1,4% do que mais cai

Taxonomia/Sistemática = 2 questões e representa 0,7% do que mais cai

Zoologia = 2 questões e representa 0,7% do que mais cai

Origem da vida = 2 questões e representa 0,7% do que mais cai

Indicadores sociais = 1 questões e representa 0,4% do que mais cai

Legislação e cidadania = 1 questões e representa 0,4% do que mais cai





CRONOGRAMA ENEM 2019

Ei, não vai embora não! Você sabia que eu criei um Cronograma para o ENEM 2019  e ele é totalmente gratuito?

É esse da imagem! E a imagem abaixo representa como funcionará a cronologia dos assuntos para estudos.






Ficou interessado e quer baixar? Clique no link abaixo e pronto, o download será iniciado. Qualquer dúvida me manda um direct no Instagram @vestmapamental

Citações e Alusões Históricas sobre o tema Depressão e Suicídio | Redação ENEM

‘Todos os anos o ENEM acende ao surgimento de uma nova possibilidade de tema para a Redação. Exatamente por esse motivo, nós, estudantes, tentamos durante todo o ano, nesse processo diário, escrever Redações para que no dia da prova estejamos todos preparados para realizar uma boa escrita.

A Introdução, o Desenvolvimento e a Conclusão fazem parte desse processo. E para que eles estejam atrelados aos argumentos que iremos utilizar, é necessário realizar conexões entre os parágrafos e que façam sentido tanto para nós, quanto para os corretores da Redação do ENEM.

Nesse post vou listar dicas, informações, citações, alusões históricas e palavras-chave que você e eu podemos utilizar, sem perder o foco no tema.

Mas lembre-se, não é simplesmente jogar esses textos no meio da sua redação que sua nota positiva virá. É necessário utilizar no lugar correto e que validade seu argumento.

DEPRESSÃO E SUICÍDIO

ALUSÕES HISTÓRICAS – O que citar?

A geração byroniana do romantismo, (Século XIX: Década de 50 e 60) foi inspirada no escritor Lord Byron e é marcada pelo pessimismo, inadequação à realidade, desgosto de viver, atração pela morte, escapismo e irracionalidade

O ultrarromantismo (segunda geração romântica: Décadas de 1840 e 1850) a busca pela morte era um contexto muito enfatizado e idolatrado como característica primordial para almejar um objetivo ou se desprender do mundo que tanto os faz sofrer, denominada “Mal do Século”, os poetas exaltavam a morte como estratégia de fuga da realidade

 


Na obra literária da segunda fase do romantismo, “Fragmento de Hora de Delírio” de Junqueira Freire demostra um pessimismo e uma interpretação da morte muito subjetiva quando ele aclama em seu poema “Por isso, ó morte, eu amo-te e não temo: […] Leva-me ao nada, leva-me contigo”.

Parnasianismo: Augusto dos Anjos nutria simpatia pela doutrina budista – negação da vida material e tinha obsessão pela temática da morte.

Simbolismo: pensamento pessimista nas obras.

Necrológio dos desiludidos do amor, de Drummond.

FATOS HISTÓRICOS – O que citar?

Suicídio de Vargas (1954)

Doutrina Bush: guerra ao terror – “o inimigo invisível pode estar em qualquer lugar, em qualquer momento e te atacar a qualquer hora”.

2° Guerra mundial: recebimento de refugiados.

CITAÇÕES FILOSÓFICAS- O que citar?

Para o escrito Augusto Cury, uma pessoa quando pensa em suicídio, ela quer matar a dor, mas nunca a vida

O suicídio e uma solução permanente para um problema temporário.

 


AGENTES / ONGs – O que citar?

CVV (Centro de Valorização da vida)

CASOS  – O que citar?

Depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Desde de 2012 cerca de 800 mil pessoas entre 15 e 29 anos morrem anualmente devido ao suicídio, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Em 16 anos, o número de mortes relacionadas com depressão cresceu 705% no Brasil, segundo dados do sistema de mortalidade do Datasus.

FILMES / OBRAS  – O que citar?

“O Suicídio”, Émile Durkheim – nesse livro o autor fala um pouco sobre os tipos de suicídios e ainda retrata a coercitividade da sociedade e exterioridade para com os indivíduos. “Quando a sociedade é perturbada por crises ou mudanças repentinas, a pressão moral perde força, os indivíduos não se ajustam a suas posições, o valor das forças sociais permanece indeterminado, sem regulamentação as ambições são superexcitadas, causando o sofrimento e, consequentemente, crescimento do suicídio. O desenvolvimento da indústria e ampliação indefinida do mercado fortalece o desencadeamento dos desejos e a busca desenfreada por conquistas, o que consequentemente, favorece a ampliação das taxas de suicídios’’

O livro “A história da Melancolia” (Editora Artmed, 2016) retrata que na antiguidade, casos de depressão e loucura estavam associados a mitos e superstições. A Igreja Católica criava rumores associando essa a possessões demoníacas, em que “os demônios entravam na mente dos homens e os tornavam loucos. A melancolia também é relacionada aos setes pecados capitais, em que a “acídia” (que pode significar ócio e preguiça) é a causa das tristezas profundas

Na França, o berço do romantismo, o livro “O sofrimento do jovem Werther” de Johann Wolfgang, retrata a vida do protagonista que encontrando no suicídio uma forma de livrar-se das dores de um amor não correspondido.

Sequência de livros: Por lugares incríveis, os treze porquês, as vantagens de ser invisível, uma história meio que engraçada, Como eu era antes de você e quem é vai ser Alasca?

 

 


CONCEITOS DIDÁTICOS  – O que citar?

Baleia azul: jogo Russo.

Suicídio da escritora brasileira Ana Cristina Cesar

Conatus pode se referir ao instintivo “desejo de viver”

Lorde Byron: valorizava a morte

 


CRONOGRAMA ENEM 2019

Ei, não vai embora não! Você sabia que eu criei um Cronograma para o ENEM 2019  e ele é totalmente gratuito?

É esse da imagem! E a imagem abaixo representa como funcionará a cronologia dos assuntos para estudos.

Ficou interessado e quer baixar? CLIQUE AQUI PARA BAIXAR. Qualquer dúvida me manda um direct no Instagram @vestmapamental

Citações e Alusões Históricas sobre o tema Xenofobia, Imigração e Refugiados | Redação ENEM

‘Todos os anos o ENEM acende ao surgimento de uma nova possibilidade de tema para a Redação. Exatamente por esse motivo, nós, estudantes, tentamos durante todo o ano, nesse processo diário, escrever Redações para que no dia da prova estejamos todos preparados para realizar uma boa escrita.

A Introdução, o Desenvolvimento e a Conclusão fazem parte desse processo. E para que eles estejam atrelados aos argumentos que iremos utilizar, é necessário realizar conexões entre os parágrafos e que façam sentido tanto para nós, quanto para os corretores da Redação do ENEM.

Nesse post vou listar dicas, informações, citações, alusões históricas e palavras-chave que você e eu podemos utilizar, sem perder o foco no tema.

Mas lembre-se, não é simplesmente jogar esses textos no meio da sua redação que sua nota positiva virá. É necessário utilizar no lugar correto e que validade seu argumento.

XENOFOBIA, IMIGRAÇÃO E REFUGIADOS

ALUSÕES HISTÓRICAS – O que citar?

A Hora da Estrela, Clarice Lispector – outro livro que fala sobre uma emigrante nordestina, que ao mudar-se para o Rio de Janeiro possui uma vida completamente miserável, excluída da sociedade. A protagonista, porém, não tem consciência dessa realidade em sua vida. (SPOILER) O momento de epifania do livro é quando Macabea morre, pois é justamente nessa condição que a sociedade passa a olhar para ela.

Regionalismo, principalmente o nordestino, onde problemas como a seca, a migração, os problemas do trabalhador rural, a miséria, a ignorância foi ressaltada.






 

FATOS HISTÓRICOS – O que citar?

Na Grécia Antiga, o preconceito contra os estrangeiros era muito frequente. Isso porque, na época, esses imigrantes não eram considerados cidadãos, não podendo ter direitos como outros indivíduos.

Doutrina Bush: guerra ao terror – “o inimigo invisível pode estar em qualquer lugar, em qualquer momento e te atacar a qualquer hora”.

2° Guerra mundial: recebimento de refugiados.

CITAÇÕES HISTÓRICAS – O que citar?

Sócrates: “Não sou nem ateniense, nem grego, mas sim um cidadão do mundo”





AGENTES / ONGs – O que citar?

ONG Cáritas Brasileira: oferece acolhimento; orientação jurídica, acompanhamento das solicitações de refúgio e encaminhamentos para instituições afins; atendimento psicológico individual e em grupo; curso de português; e orientação e encaminhamentos nas áreas de trabalho, educação, saúde, documentação, capacitação profissional, cultura e lazer e geração de renda. É parceira da Agência da ONU para Refugiados (Acnur)

CASOS  – O que citar?

Aylan Kurdi, foi um menino sírio de três anos que apareceu afogado numa praia da Turquia que fugia da guerra na Síria.

O aumento exponencial da imigração de venezuelanos para o Brasil tem relação direta com o agravamento da crise política, econômica e social do país, com inflação alta e desabastecimento. A cidade de Pacaraima, em Roraima, é a principal porta de entrada dos venezuelanos no Brasil.

FILMES / OBRAS  – O que citar?

No filme Jogos Vorazes, a personagem Katniss protagoniza uma cena na qual é expulsa de um distrito, pelos próprios moradores, por acreditarem que a moça levaria problemas à população pelo fato de ser uma “rebelde”.

Vidas Secas, Graciliano Ramos – narra a vida de uma família de retirantes nordestinos que fogem da seca. Entretanto, a história tende a ser cíclica, tendo em vista que por mais que eles fujam, a seca não tem fim. Aborda ainda a questão da zoomorfização do homem. Também mostra a manipulação de uma classe superior para com Fabiano, o pai da família, que não possui estudos. Uma frase que é muito famosa do livro: “Trabalhar como negro e nunca arranjar carta de alforria!”.

Música “Faroeste caboclo” do Legião Urbana.

Filme: Persépolis.

Filme “Que horas ela volta?’’: empregada doméstica Val (Regina Casé), nordestina que migrou para São Paulo – a mulher é fruto daquele velho Brasil xenófobo, contaminado pela segregação social.

Filme: Incêndios.

Na obra “Os sertões”, retrata um Nordeste comandado por uma minoria despótica, milhares de desempregados que lutavam, o clima era cruelmente seco.

Filme “Entre os Muros da Escola”





CONCEITOS DIDÁTICOS  – O que citar?

7 de setembro: espalhou o terror e a xenofobia nos EUA e no mundo todo.

No Brasil, ao pedir refúgio, o imigrante recebe documentos que o permitem estar legalmente no país imediatamente. Além disso, ele não pode ser devolvido a seu próprio país de origem, dado o temor de perseguição. Enquanto dura a análise do caso, o solicitante de refúgio pode trabalhar e estudar legalmente.

Eleições de 2018: nordeste foi alvo de chacota nas redes sociais por votar majoritariamente em Fernando Haddad.






Otelo, de Sheakespeare: a palavra “Mouro”, frequentemente utilizada na obra por Shakespeare para apelar a Otelo, simboliza o exótico, algo “diferente do humano e inclusive, em ocasiões, maléfico”. Rodrigo fala do “lascivo Mouro” como “um vagabundo sem raízes e sem pátria”. Desde sua perspectiva, então, ser um “Mouro de Veneza” é representar um princípio de desordem selvagem alojado na civilização metropolitana.

Trump: muralha nos EUA para evitar a entrada de imigrantes (construída com o dinheiro mexicano).

CRONOGRAMA ENEM 2019

Ei, não vai embora não! Você sabia que eu criei um Cronograma para o ENEM 2019  e ele é totalmente gratuito?

É esse da imagem! E a imagem abaixo representa como funcionará a cronologia dos assuntos para estudos.

Ficou interessado e quer baixar? CLIQUE AQUI PARA BAIXAR. Qualquer dúvida me manda um direct no Instagram @vestmapamental

Citações e Alusões Históricas sobre o tema Preconceito Linguístico | Redação ENEM

‘Todos os anos o ENEM acende ao surgimento de uma nova possibilidade de tema para a Redação. Exatamente por esse motivo, nós, estudantes, tentamos durante todo o ano, nesse processo diário, escrever Redações para que no dia da prova estejamos todos preparados para realizar uma boa escrita.

A Introdução, o Desenvolvimento e a Conclusão fazem parte desse processo. E para que eles estejam atrelados aos argumentos que iremos utilizar, é necessário realizar conexões entre os parágrafos e que façam sentido tanto para nós, quanto para os corretores da Redação do ENEM.

Nesse post vou listar dicas, informações, citações, alusões históricas e palavras-chave que você e eu podemos utilizar, sem perder o foco no tema.

Mas lembre-se, não é simplesmente jogar esses textos no meio da sua redação que sua nota positiva virá. É necessário utilizar no lugar correto e que validade seu argumento.

PRECONCEITO LINGUÍSTICO

ALUSÕES HISTÓRICAS – O que citar?

Após a Semana de Arte Moderna (1922), assistimos à linguagem popular adentrar o mundo artístico. Ao valorizar a linguagem coloquial, livre de regras gramaticais.

A obra “Pronominais” de Oswald de Andrade, descreve a forma correta que deve ser falado “Dê-me um cigarro”. Mas, concomitantemente, destrói esse paradigma presente no bom negro e o bom branco da Nação Brasileira, que em linhas gerais fala “Deixa disso camarada, me dá um cigarro”.

“Vício da fala” de Oswald de Andrade.

“Aula de Português” de Carlos Drummond de Andrade

Pré-modernismo: autores que usavam de dialéticas dos outros estados para fazer seus poemas.

Modernismo: 1° fase – novos dialetos, valorização da língua popular

FATOS HISTÓRICOS – O que citar?

Superioridade da raça ariana, creditada por Hitler durante a 2ª Guerra e a superioridade da língua de quem pratica o preconceito linguístico.

Colonização do Brasil – influenciou no processo de Formação da língua portuguesa

Impactos: período colonial – centralização do português

 

CONCEITOS DIDÁTICOS – O que citar?

Preconceito linguístico: influenciou no processo de Formação da língua portuguesa

Capitães da Areia Jorge Amado: o personagem Professor tinha fascínio por livros, embora sua posição social não permitia o acesso a esses digitais recorrendo-se a livros de papéis.

Bolacha ou biscoito?

Caso de um médico que debochou dos pacientes que falavam pelamunia; raôxis;

Partilha da África sem respeito às línguas nativas.

fenômenos como o rotacismo – distúrbios articulatórios que permitem a troca do “r” pelo “l” – também são frequentes.

 

CRONOGRAMA ENEM 2019

Ei, não vai embora não! Você sabia que eu criei um Cronograma para o ENEM 2019  e ele é totalmente gratuito?

É esse da imagem! E a imagem abaixo representa como funcionará a cronologia dos assuntos para estudos.

Ficou interessado e quer baixar? CLIQUE AQUI PARA BAIXAR. Qualquer dúvida me manda um direct no Instagram @vestmapamental

Citações e Alusões Históricas sobre o tema Mobilidade Urbana | Redação ENEM

Todos os anos o ENEM acende ao surgimento de uma nova possibilidade de tema para a Redação. Exatamente por esse motivo, nós, estudantes, tentamos durante todo o ano, nesse processo diário, escrever Redações para que no dia da prova estejamos todos preparados para realizar uma boa escrita.

A Introdução, o Desenvolvimento e a Conclusão fazem parte desse processo. E para que eles estejam atrelados aos argumentos que iremos utilizar, é necessário realizar conexões entre os parágrafos e que façam sentido tanto para nós, quanto para os corretores da Redação do ENEM.

Nesse post vou listar dicas, informações, citações, alusões históricas e palavras-chave que você e eu podemos utilizar, sem perder o foco no tema.

Mas lembre-se, não é simplesmente jogar esses textos no meio da sua redação que sua nota positiva virá. É necessário utilizar no lugar correto e que validade seu argumento.

MOBILIDADE URBANA

FATOS HISTÓRICOS – O que citar?

Governo de Juscelino Kubitscheck, plano de metas, indústria automobilística e a cultura do carro.

Na época da revolução industrial e o êxodo rural fez com que as cidades ficassem lotadas.

Industrialização do Brasil.

Governo JK: indústria automobilística – criou-se uma cultura, em que o carro é sinônimo de status social.

 

CITAÇÕES FILOSÓFICAS – O que citar?

Francis Bacon(filósofo inglês): “O homem deve criar as oportunidades e não somente encontrá-las.”

Karl Marx: afirma que o capitalismo priorizaria lucros em detrimento de valores.

George Bernard Shaw (dramaturgo): “É impossível progredir sem mudança, e aqueles que não mudam suas mentes não podem mudar nada.”

O psicólogo Goldberg diz que o Homem trata os espaços públicos como lugares a serem ocupados por quem chegou primeiro.

 

AGENTES/MINISTÉRIOS e ONGs – O que citar?

Ministério dos Transportes.

Ministério das Cidades.

Estatuto da Cidade (agentes: Engenheiro Civil, Urbanista, Geólogo, Geógrafo)

 

DADOS ESTATÍSTICOS – O que citar?

Automóveis, comerciais leves e veículos pesados já somam 1,215 bilhão em todo o mundo. Esse número exclui tratores, máquinas de obras, motocicletas, e outros veículos de uso industrial, segundo dados da Organização Mundial da Indústria Automobilística (OICA).

O país em 2012, terminou com mais de 50,2 milhões de carros e 19,9 milhões de motos segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN).

A ideia da circulação irrestrita é relativamente recente. O primeiro automóvel chegou à São Paulo em 1901, logo, o carro virou símbolo de ascensão social devido à sociedade hierarquizada.

Na segunda fase da revolução industrial, evoluíram a circulação de mercadorias e de informação, permitindo uma maior integração entre regiões do planeta, viabilizando um desenvolvimento dos meios de transporte.

Após diversas manifestações populares em junho de 2013, o poder público sentiu-se pressionado e criou o Plano Nacional de Mobilidade Urbana. Nesse plano, os municípios com mais de 20 mil habitantes devem elaborar, até 2018, um projeto adequado para sua região, que vise a melhoria dos transportes coletivos, equidade de acesso a esses transportes, maior segurança no deslocamento de pessoas, integração física, tarifária e operacional entre os transportes e serviços de circulação urbana.

O Brasil possui taxas muito altas de acidentes de trânsito, chegando a ter 22,5 mortes a cada 100 mil pessoas, mais do que a Índia (18,9), a China (20,5) e o dobro dos Estados Unidos (11,4). segundo dados do Retrato da Segurança Viária 2014, do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV).

A baixa eficiência no uso do espaço urbano em transporte, ou seja, a escolha que as pessoas fazem para se deslocar, é um dos principais aspectos que impactam a mobilidade. Segundo o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP).

A trabalhadora doméstica Maria Sales é uma dessas milhares de pessoas que conhecem bem os problemas no sistema de mobilidade urbana. A reportagem da Agência Brasil acompanhou a rotina da trabalhadora. Atualmente, ela passa a maior parte da semana morando na casa onde trabalha. Se precisasse sair de casa todos dias para ir ao trabalho, teria que percorrer diariamente cerca de 34 quilômetros para se deslocar da cidade de Santo Antônio do Descoberto (GO) até o trabalho, em Águas Claras (DF).

Segundo a Cetesb(Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), de um levantamento de 2012, mostram que se a frota inteira parasse por um dia na cidade, seria evitada a emissão de 535,4 toneladas de monóxido de carbono.

O maior engarrafamento do mundo aconteceu em Pequim, em agosto de 2010, um congestionamento de 100 quilômetros paralisou uma estrada por nada menos que 12 dias.

Foi em 1970 que o número populacional urbano passou o rural, cerca de 55,9% da população urbano para 44,1% rural, classificado por um forte êxodo rural.

CONHECIMENTOS GERAIS – O que citar?

Fatores: (à má qualidade do transporte público no Brasil, ao aumento da renda média do brasileiro nos últimos anos, à redução de impostos por parte do Governo Federal sobre produtos industrializados (o que inclui os carros), à concessão de mais crédito ao consumidor, à herança histórica da política rodoviária do país.)

Washington Luis: lema “Governar é abrir estradas” foi seguido em seu mandato como Presidente da República.

No dia 22 de setembro, em cidades do mundo todo, são realizadas atividades em defesa do meio ambiente e da qualidade de vida nas cidades, no que passou a ser conhecido como Dia Mundial Sem Carro.

Em São Paulo foi implantado o rodízio de carro: é uma maneira de melhorar o fluxo urbano, no entanto não é uma medida efetiva.

Plano Diretor

 

CRONOGRAMA ENEM 2019

Ei, não vai embora não! Você sabia que eu criei um Cronograma para o ENEM 2019  e ele é totalmente gratuito?

É esse da imagem! E a imagem abaixo representa como funcionará a cronologia dos assuntos para estudos.

Ficou interessado e quer baixar? CLIQUE AQUI PARA BAIXAR. Qualquer dúvida me manda um direct no Instagram @vestmapamental