O que você precisa saber para começar a estudar para o ENEM em Geografia

O que você precisa saber para começar a estudar para o ENEM em Geografia

Quando vamos iniciar os estudos e preparativos para um Vestibular, antes de tudo, é necessário sabermos quais são as matérias mais cobradas por este vestibular, correto?

Pensando nisso, elaborei pra vocês um material onde mostro como se organizar para estudar melhor a matéria de Geografia para o ENEM.

Abaixo coloquei as matérias que podem cair no ENEM 2019 e como você pode utilizá-las para criar um Cronograma de Estudos para você.

 

GEOGRAFIA AMBIENTAL

  • Espaço Geográfico
  • Paisagem
  • Cartografia
  • Placas Tectônicas
  • Tipos de Relevo
  • Estrutura Geológica
  • Erosão
  • Biomas
  • Mudanças Climáticas
  • Biodiversidade
  • Ciclos Hidrológicos

 

GEOGRAFIA POLÍTICA

  • Fronteiras Políticas
  • Território
  • Conflitos mundiais
  • Terrorismo Político
  • Formação do Território Brasileiro
  • Atividade econômica Brasileira
  • Fusos Horários
  • Divisão Regional do Brasil

 

GEOGRAFIA HUMANA

  • Crescimento Demográfico
  • População mundial
  • Crescimento econômico
  • Migrações internacionais
  • Diversidade étnica
  • Emigração
  • Países desenvolvidos e subdesenvolvidos
  • Crescimento e problemas urbanos

 

GEOGRAFIA ECONÔMICA

  • Capitalismo
  • Socialismo
  • Globalização
  • China
  • África
  • Potência EUA
  •  A influência dos EUA no mundo atual
  • Crescimento industrial

 

GEOGRAFIA TECNOLÓGICA

  • Tipos de indústria
  • A indústria na Europa
  • Plataformas de exportação
  • Eixos de desenvolvimento
  • Indústria no Brasil (JK, Vargas)
  • Fontes de energia
  • Minerais e minério
  • Barragens
  • Sistemas agrários
  • Agronegócio
  • Agricultura e pecuária

 

GEOGRAFIA INTERNACIONAL

  • Empresas Transnacionais
  • Comércio internacional
  • Balança comercial
  • União Europeia
  • NAFTA
  • MERCOSUL
  • APEC, ALCA

Assuntos mais cobrados do ENEM

Galera, essa semana disponibilizei para vocês uma lista de assuntos, separados por disciplinas, dos assuntos que mais caem e são cobrados no ENEM.

Porém, como postei no Instagram, o arquivo era em Imagem e por isso acabou ficando cortado. Agora consegui o arquivo em .pdf e vou disponibilizar para vocês baixarem.

Basta clicar no link abaixo e pronto!

Aliás, também temos o nosso próprio cronograma, que você consegue baixar clicando aqui.

Para baixar o .pdf da imagem basta clicar aqui abaixo

O que você precisa saber para começar a estudar para o ENEM em História

Quando vamos iniciar os estudos e preparativos para um Vestibular, antes de tudo, é necessário sabermos quais são as matérias mais cobradas por este vestibular, correto?

Pensando nisso, elaborei pra vocês um material onde mostro como se organizar para estudar melhor a matéria de História para o ENEM.

Abaixo coloquei as matérias que podem cair no ENEM 2019 e como você pode utilizá-las para criar um Cronograma de Estudos para você.

 





ANTIGUIDADE

  • Mesopotâmia
  • Egípcios
  • Hebreus, fenícios e persas
  • Gregos
  • Romanos





IDADE MÉDIA

  • Império Bizantino
  • Mundo Islâmico
  • Feudalismo
  • Igreja e Cultura Medieval

 

IDADE MODERNA

  • Renascimento
  • Reforma Religiosa
  • Expansão Européia
  • Mercantilismo

 





BRASIL COLÔNIA

  • Economia Açucareira
  • Domínio Espanhol
  • Expansão Territorial
  • Mineração

 

 

BRASIL IMPÉRIO

  • Primeiro Reinado (1822-1831)
  • Período Regencial (1831-1840)
  • Segundo Reinado (1840-1889)
  • A crise do Império
  • A instituição da República

 





SÉCULO  XVII a XX

  • Antigo Regime
  • Revolução Inglesa
  • Iluminismo
  • Colonização EUA
  • Revolução Francesa
  • Primeira Guerra Mundial
  • Revolução Russa
  • Crise do Capitalismo
  • Era Vargas
  • Segunda Guerra Mundial
  • Governos Militares no Brasil





O que você precisa saber para começar a estudar para o ENEM em Física

Quando vamos iniciar os estudos e preparativos para um Vestibular, antes de tudo, é necessário sabermos quais são as matérias mais cobradas por este vestibular, correto?

Pensando nisso, elaborei pra vocês um material onde mostro como se organizar para estudar melhor a matéria de Física para o ENEM.

Abaixo coloquei as matérias que podem cair no ENEM 2019 e como você pode utilizá-las para criar um Cronograma de Estudos para você.

 

MECÂNICA

  • Velocidade
  • Equação horário do movimento Uniforme
  • Gráficos do movimento Uniforme
  • Aceleração Escalar
  • Equações do Movimento U. Variado
  • Vetores
  • Cinemática Angular
  • Lei da Inércia
  • Segunda Lei de Newton
  • Força Elástica
  • Força de Atrito
  • Movimento Circular
  • Energia Cinética
  • Potência e Rendimento
  • Gravitação
  • Lei de Stevin
  • Princípio de Arquimedes

 





TERMOLOGIA

  • Termometria
  • Calorimetria
  • Mudanças de estado de agregação
  • Transmissão de calor
  • Lei dos gases ideais
  • Termodinâmica

 





ÓPTICA

  • Luz
  • Espelhos planos
  • Espelhos esféricos
  • Refração da Luz
  • Lentes

 





ONDAS

  • Ondas
  • Propriedades das Ondas
  • Interferência e ondas estacionárias

 

ELETRICIDADE

  • Carga elétrica
  • Eletrização
  • Força Eletrostática
  • Campo elétrico
  • Potencial Elétrico
  • Corrente Elétrica
  • Resistores
  • Lei de Ohm
  • Circuitos Elétricos
  • Força magnética

 






 

FÍSICA MODERNA

  • Teoria da Relatividade
  • Mecânica Quântica
  • Partículas elementares





O que você precisa saber para começar a estudar para o ENEM em Biologia

Quando vamos iniciar os estudos e preparativos para um Vestibular, antes de tudo, é necessário sabermos quais são as matérias mais cobradas por este vestibular, correto?

Pensando nisso, elaborei pra vocês um material onde mostro como se organizar para estudar melhor a matéria de Biologia para o ENEM.

Abaixo coloquei as matérias que podem cair no ENEM 2019 e como você pode utilizá-las para criar um Cronograma de Estudos para você.

 

ORIGEM DA VIDA

  • Geração espontânea ou abiogênese
  • Biogênese versus abiogênese
  • Hipóteses sobre a origem da vida
  • O surgimento das células mais complexas: as eucarióticas
  • A biosfera

 






 

CÉLULAS

  • Sais minerais nas células
  • Vitaminas nas células
  • Carboidratos nas células
  • Lipídios nas células
  • Proteínas nas células
  • Enzimas nas células
  • Ácidos nucléicos

 





CITOLOGIA

  • A teoria celular
  • Envoltórios celulares
  • Difusão
  • Osmose
  • Difusão facilitada
  • Endocitose e exocitose

 

CITOPLASMA

  • Citoesqueleto
  • Síntese, transporte e armazenamento
  • Plastos
  • Mitocôndrias
  • Fotossíntese
  • Quimiossíntese
  • Respiração Aeróbia
  • Respiração Anaeróbia
  • Fermentação

 






 

NÚCLEO DA CÉLULA

  • Carioteca
  • Cromatina e Nucleoplasma
  • Nucléolo
  • Cromossomos, genes e DNA
  • Duplicação do DNA
  • Síntese de RNA: Transcrição
  • Código genético
  • Síntese de proteínas: tradução

 





DIVISÕES CELULARES

  • Ciclo celular e mitose
  • Citocinese
  • Meiose

 






 

REPRODUÇÃO

  • Reprodução assexuada
  • Reprodução sexuada
  • Espermatozóides
  • Óvulos
  • Gametogênese
  • Sistema Genital Masculino
  • Sistema Genital Feminino
  • Fecundação
  • DST’s

 





EMBRIOLOGIA

  • Fases da embriologia
  • Segmentação e Gastrulação
  • Organogênese
  • Placenta

 

HISTOLOGIA

  • Tecidos epiteliais
  • Tecidos conjuntivos
  • Tecidos musculares
  • Tecido nervoso

 





SERES VIVOS

  • Vírus
  • Reino Monera
  • Reino Protista
  • Reino Fungi
  • Reino Plantae

 

BOTÂNICA

  • Angiospermas
  • Gimnospermas

 





GENÉTICA

  • Primeira lei de Mendel
  • Segunda lei de Mendel
  • Interação gênica
  • Herança quantitativa
  • Mapas Cromossômicos
  • Hereditariedade
  • Cromossomos sexuais

 





EVOLUÇÃO

  • Teorias
  • Populações
  • Especiação

 





ECOLOGIA

  • Fluxo de energia
  • Ciclo da matéria
  • Níveis tróficos
  • Hábitat e nicho ecológico
  • Relações intra-específicas
  • Relações interespecíficas
  • Ecologia das populações
  • Biomas
  • Ecossistemas aquáticos
  • Alterações bióticas e abióticas





Estudante nota mil no ENEM compartilha seu esqueleto e modelo de Redação utilizado

O estudante Lucas Felpi, que tirou nota mil na Redação do ENEM 2018, compartilhou o seu esqueleto de Redação, ou seja, um esquema que ele usou na Redação do ENEM e também na Redação da FUVEST, onde tirou nota 47 de 50, ou seja, seu esqueleto ou modelo de Redação utilizado foi muito satisfatório.

Lucas divulgou sua Redação do ENEM e também da FUVEST no seu perfil no Instagram @lfelpi, sigam ele.

Abaixo, o seu esqueleto de Redação, divirtam-se:

INTRODUÇÃO

  • Descrição de referência sociocultural relacionada ao tema, a qual será a principal do texto
  • Apresentação do tema proposto
  • Tese principal da Redação, com 2 “núcleos” ou “problemas”

 

Lucas indica que você deve começar a Redação com uma referência que tenha a ver com o tema da Redação, seja um livro, uma série (ele usou a série da Netflix “Black Mirror”) ou uma citação de algum filósofo, escritor, etc e logo em seguida você já tenta transitar o que escolheu citar com o tema da Redação.

É sempre importante você colocar um conectivo (veja nossa lista de conectivos para usar no ENEM) entre a sua referência e a sua apresentação inicial do tema, depois você fala um pouco sobre o tema e coloque dois “problemas” ou “núcleos” para você desenvolver sua opinião e consequentemente dois parágrafos.

A introdução do Lucas Felpi na Redação do ENEM sobre o tema “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet” foi:

No livro 1984 de George Orwell, é retratado um futuro distópico em que um Estado totalitário controla e manipula toda forma de registro histórico e contemporâneo, a fim de moldar a opinião pública a favor dos governantes. Nesse sentido, a narrativa foca na trajetória de Winston, um funcionário do contraditório Ministério da Verdade que diariamente analisa e altera notícias e conteúdos midiáticos para favorecer a imagem do Partido e formar a população através de tal ótica. Fora da ficção, é fato que a realidade apresentada por Orwell pode ser relacionada ao mundo cibernético do século XXI: gradativamente, os algoritmos e sistemas de inteligência artificial corroboram para a restrição de informações disponíveis e para a influência comportamental do público, preso em uma grande bolha sociocultural.





DESENVOLVIMENTO – PARTE 1

  • “Em primeiro lugar,” “Primordialmente,”
  • Análise do primeiro dos “núcleos” ou “problemas” da tese
  • Uso de raciocínio lógico e relações do tipo causa/consequência, comparação, dedução
  • Referência sociocultural relacionada à análise, secundária do texto

Após ter colocado dos problemas na sua tese inicial, você irá desenvolver seu primeiro parágrafo sobre o problema. Você irá usar alguma referência para justificar porque essa referência é válida.





Confira o primeiro desenvolvimento da Redação do Lucas Felpi no ENEM 2018:

Em primeiro lugar, é importante destacar que, em função das novas tecnologias, internautas são cada vez mais expostos à uma gama limitada de dados e conteúdos na internet, consequência do desenvolvimento de mecanismos filtradores de informações a partir do uso diário individual. De acordo com o filósofo Zygmund Bauman, vive-se atualmente um período de liberdade ilusória, já que o mundo globalizado não só possibilitou novas formas de interação com o conhecimento, mas também abriu portas para a manipulação e alienação semelhantes vistas em “1984”. Assim, os usuários são inconscientemente analisados pelos sistemas e lhes é apresentado apenas o mais atrativo para o consumo pessoal.

DESENVOLVIMENTO – PARTE 2

  • “Além disso,” “Ademais,”
  • Análise do segundo dos “núcleos” ou “problemas” da tese
  • Uso de raciocínio lógico e relações do tipo causa/consequência, comparação, dedução
  • Referência(s) sociocultural(is) relacionada(s) à análise, secundária(s) do texto

Nesse segundo parágrafo, mais uma vez, você precisa utilizar uma referência que comprove a veracidade do problema. Caso não encontre, você pode utilizar a mesma referência do parágrafo anterior e utilizar uma maior intensidade ou força, desde que tenha realmente sentido, para validar ainda mais seu argumento.






Confira o primeiro desenvolvimento da Redação do Lucas Felpi no ENEM 2018:

Por conseguinte, presencia-se um forte poder de influência desses algoritmos no comportamento da coletividade cibernética: ao observar somente o que lhe interessa e o que foi escolhido para ele, o indivíduo tende a continuar consumindo as mesmas coisas e fechar os olhos para a diversidade de opções disponíveis. Em um episódio da série televisiva Black Mirror, por exemplo, um aplicativo pareava pessoas para relacionamentos com base em estatísticas e restringia as possibilidades para apenas as que a máquina indicava – tornando o usuário passivo na escolha. Paralelamente, esse é o objetivo da indústria cultural para os pensadores da Escola de Frankfurt: produzir conteúdos a partir do padrão de gosto do público, para direcioná-lo, torná-lo homogêneo e, logo, facilmente atingível.





CONCLUSÃO

  • “Portanto,”
  • “É mister que o Estado tome providências para superar o impasse/melhorar o quadro atual”
  •  Proposta de intervenção com os 5 fatores: agente, ação, finalidade, modo/meio e detalhamento

Veja um modelo de Conclusão:

“Para que__________, urge que o/a ________ faça _________, por meio de_______.”

O exemplo acima poderia ser utilizado da seguinte maneira:

“Para que FINALIDADE, urge que o/a AGENTE faça AÇÃO por meio de MODO/MEIO” além do DETALHAMENTO.

  • Último período: uma retomada da tese, citando uma das referências utilizadas, de preferência a principal (na Introdução) além é claro de uma frase de impacto, seja de um filósofo, escritor, etc… que feche bem com o tema proposto.






Confira a Conclusão da Redação do Lucas Felpi no ENEM 2018:

Portanto, é mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para a conscientização da população brasileira a respeito do problema, urge que o Ministério de Educação e Cultura (MEC) crie, por meio de verbas governamentais, campanhas publicitárias nas redes sociais que detalhem o funcionamento dos algoritmos inteligentes nessas ferramentas e advirtam os internautas do perigo da alienação, sugerindo ao interlocutor criar o hábito de buscar informações de fontes variadas e manter em mente o filtro a que ele é submetido. Somente assim, será possível combater a passividade de muitos dos que utilizam a internet no país e, ademais, estourar a bolha que, da mesma forma que o Ministério da Verdade construiu em Winston de “1984”, as novas tecnologias estão construindo nos cidadãos do século XXI.






Resumindo tudo isso, Lucas explica como aplicou todos esses métodos em cada parágrafo da sua Redação.

No primeiro parágrafo da Introdução, Lucas colocou uma referência principal que era 1984 e uma tese com dois núcleos/problemas que eram a restrição das informações e a manipulação do usuário.

Em cada parágrafo do Desenvolvimento, Lucas explicou os núcleos com referências. No primeiro parágrafo citou o filósofo Bauman e no segundo parágrafo citou a série da Netflix “Black Mirror”, além da Escola de Frankfurt, ou seja, dando mais força e validando seu argumento e pra finalizar, na Conclusão, utilizou uma frase que retomava a ideia da Introdução, que era a referência de 1984.

Lembrando que essa não é uma receita para a Redação perfeita, ou algo que você deva seguir. É um exemplo de possível modelo, para servir de inspiração, e base, pra você criar o seu próprio esqueleto/modelo de Redação.

Siga o Lucas Felpi no Instagram @lfelpi