Exercícios

1 – (PUC-PR 2007) Sobre o Realismo, assinale a alternativa INCORRETA.

a) O Realismo surgiu na Europa, como reação ao Naturalismo.

b) O Realismo e o Naturalismo têm as mesmas bases, embora sejam movimentos diferentes.

c) O Realismo surgiu como consequência do cientificismo do século XIX.

d) Gustave Flaubert foi um dos precursores do Realismo. Escreveu Madame Bovary.

e) Emile Zola escreveu romances de tese e influenciou escritores brasileiros.

2 – O Realismo, escola literária cujo principal representante brasileiro foi Machado de Assis, teve como característica principal a retratação da realidade tal qual ela é, fugindo dos estereótipos e da visão romanceada que vigorava até aquele momento. Sobre o contexto histórico no qual o Realismo situou-se, são corretas as proposições:

I- O Brasil vivia tempos de calmaria política e social, havia um clima de conformidade, configurando o contentamento da colônia com sua metrópole, Portugal.

II- Em virtude das intensas transformações sociais e políticas, o Brasil foi retratado com fidedignidade, reagindo às propostas românticas de idealização do homem e da sociedade.

III- O país vivia o declínio da produção açucareira e o deslocamento do eixo econômico para o Rio de Janeiro em razão do crescimento do comércio cafeeiro.

IV- Teve grande influência das teorias positivistas originárias na França, onde também havia um movimento de intensa observação da realidade e descontentamento com os rumos políticos e sociais do país.

V- Surgiu na segunda metade do século XX, quando no mundo eclodiam as teorias de expansões territoriais que culminaram nas duas grandes guerras. O Realismo teve como propósito denunciar esse panorama de instabilidade mundial.

Estão corretas:

a) todas estão corretas.

b) apenas I e II estão corretas.

c) I, II e III estão corretas.

d) II, III e IV estão corretas.

e) I e V estão corretas.

RESPOSTAS:

1 – Alternativa “a”. O Realismo, assim como o Naturalismo, surgiu em resposta ao Romantismo, substituindo a visão subjetiva da realidade — proposta pelos escritores românticos — pela visão que procurava ser objetiva, fiel e sem distorções. Em vez de fugir à realidade, os realistas procuravam apontar suas falhas como forma de estimular a mudança das instituições e dos comportamentos humanos: saem os heróis, de comportamento irrepreensível, entram as pessoas comuns, dotadas de defeitos e limitações.

2 – Alternativa “d”.