Cronograma de Estudos para quem estuda ou trabalha ENEM 2020

Cronograma de Estudos para quem estuda ou trabalha ENEM 2020

Olá, meu nome é Lucas Montini e vim aqui trazer mais um Cronograma de Estudos para você. Dessa vez, tentando alcançar mais pessoas, resolvi criar um Cronograma de Estudos para o ENEM específico para quem não tem um grande tempo disponível para estudar.

Talvez você estude em tempo integral ou trabalhe boa parte do seu dia, restando poucas horas disponíveis para estudar para o ENEM. Sendo assim, criei esse Cronograma mais compacto, porém, tentei manter a qualidade nos assuntos necessários para a sua preparação.

Ao invés de muitas matérias por dia, resolvi diminuir as matérias e manter o número de assuntos relevantes.

Cronograma Semanal 2020

O Cronograma irá iniciar no dia 2 de Março de 2020 MAS, você já pode realizar o DOWNLOAD dele.

Minha dica final é: Estude os assuntos e no dia seguinte, antes de iniciar as matérias novas, revise o que estudou no dia anterior, beleza?

Lembrando que, cada assunto do Cronograma, possui o auxílio de um resumo e um Mapa Mental que você pode baixar clicando no assunto. Depois disso, você será redirecionado até esse site para baixar os arquivos.

E por último, a minha dica de cursinho, caso você queira ver videoaulas é o Explicaê. Eu uso esse Cursinho para me auxiliar e alguns conteúdos são sincronizados com a plataforma, o que vai facilitar muito pra você que pretende estudar usando os dois. Mas só assine caso você tenha condições, pois não é requisito. Se você quiser assiná-lo, eu possuo um DESCONTO muito interessante nos planos, basta clicar aqui.

Finalmente, você chegou até aqui. E, com certeza, você quer o Cronograma, certo? Perfeito! Basta clicar no link abaixo e FAZER O DOWNLOAD.

Cronograma de Estudos para quem estuda ou trabalha ENEM 2020

Olá, meu nome é Lucas Montini e vim aqui trazer mais um Cronograma de Estudos para você. Dessa vez, tentando alcançar mais pessoas, resolvi criar um Cronograma de Estudos para o ENEM específico para quem não tem um grande tempo disponível para estudar.

Talvez você estude em tempo integral ou trabalhe boa parte do seu dia, restando poucas horas disponíveis para estudar para o ENEM. Sendo assim, criei esse Cronograma mais compacto, porém, tentei manter a qualidade nos assuntos necessários para a sua preparação.

Ao invés de muitas matérias por dia, resolvi diminuir as matérias e manter o número de assuntos relevantes.

Cronograma Semanal 2020

O Cronograma irá iniciar no dia 2 de Março de 2020 MAS, você já pode realizar o DOWNLOAD dele.

Minha dica final é: Estude os assuntos e no dia seguinte, antes de iniciar as matérias novas, revise o que estudou no dia anterior, beleza?

Lembrando que, cada assunto do Cronograma, possui o auxílio de um resumo e um Mapa Mental que você pode baixar clicando no assunto. Depois disso, você será redirecionado até esse site para baixar os arquivos.

E por último, a minha dica de cursinho, caso você queira ver videoaulas é o Explicaê. Eu uso esse Cursinho para me auxiliar e alguns conteúdos são sincronizados com a plataforma, o que vai facilitar muito pra você que pretende estudar usando os dois. Mas só assine caso você tenha condições, pois não é requisito. Se você quiser assiná-lo, eu possuo um DESCONTO muito interessante nos planos, basta clicar aqui.

Finalmente, você chegou até aqui. E, com certeza, você quer o Cronograma, certo? Perfeito! Basta clicar no link abaixo e FAZER O DOWNLOAD.

Coronavírus

Coronavírus são uma família de vírus, conhecida há muito tempo, responsável por desencadear desde resfriados comuns a síndromes respiratórias graves, como é o caso da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers). A transmissão desses vírus pode ocorrer de uma pessoa para outra por meio do contato próximo com o doente. Recentemente, um novo tipo de coronavírus foi descoberto, o 2019-nCoV, o qual tem causado mortes e também bastante preocupação.

Vale salientar que os coronavírus são vírus zoonóticos, ou seja, podem ser transmitidos entre o ser humano e outros animais. Porém, isso não ocorre com todos os coronavírus, sendo conhecidos alguns tipos que circulam apenas entre os animais.

Sintomas de doenças causadas pelos coronavírus

Tosse;

Dificuldade respiratória;

Falta de ar;

Febre.

Em casos de síndromes respiratórias mais graves, podem ocorrer insuficiência renal e até mesmo  morte.

→ Prevenção do coronavírus

Para se prevenir de doenças causadas por coronavírus, as principais medidas são:

Evitar contato próximo com pessoas que apresentam infecções respiratórias;

Lavar bem as mãos;

Evitar tocar os olhos, nariz e boca sem ter higienizado as mãos;

Evitar compartilhamento de objetos de uso pessoal, tais como copos e talheres;

Evitar contato com animais doentes;

Cozinhar bem ovos e carne.

→ Síndromes respiratórias agudas graves causadas por coronavírus

A Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers) são duas ocorrências graves causadas pelo coronavírus.

A Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) foi identificada pela primeira vez na China, em 2002. Essa doença espalhou-se rapidamente e causou a morte de mais de 800 pessoas. A epidemia global da doença foi controlada em 2003. Os sintomas da Sars são febre, tosse e dificuldade respiratória, evoluindo rapidamente para insuficiência respiratória. Não há casos da doença desde 2004. Hoje se sabe que a transmissão da doença apresentava relação com gatos selvagens que continham o vírus.

A Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers) foi identificada pela primeira vez na Arábia Saudita, no ano de 2012. Os sintomas são semelhantes aos de outras doenças causadas por coronavírus, ou seja, febre, tosse e falta de ar. Alguns pacientes também relataram sintomas gastrointestinais. Hoje se sabe que o vírus ligado à Mers tinha nos dromedários um importante reservatório. Esses animais eram, portanto, os transmissores da doença.

O 2019-nCoV é o coronavírus mais recentemente descoberto. Ele foi isolado no dia 7 de janeiro de 2020 e detectado primeiramente na cidade chinesa de Wuhan. Antes dessa identificação, a China já havia informado a Organização Mundial de Saúde, no dia 31 de dezembro de 2019, da ocorrência de uma pneumonia de causa desconhecida. A primeira morte ocorrida em decorrência desse novo vírus aconteceu no dia 11 de janeiro de 2020 e, até o dia 25 de fevereiro de 2020, já haviam sido contabilizadas 2708 mortes e mais de 80 mil casos confirmados em todo o mundo.

Inicialmente, acreditou-se que a doença era transmitida apenas de animais para humanos. Entretanto, após o aumento do número de casos, descobriu-se que a transmissão poderia ocorrer também de uma pessoa para outra. Os sintomas da infecção causada pelo novo coronavírus são: febre, dificuldade respiratória, tosse e falta de ar. Os casos mais graves podem evoluir para insuficiência renal e síndrome respiratória aguda grave.

Desastres Ambientais

O ano de 2019 está sendo marcado por diversos desastres ambientais no Brasil. Primeiro, o rompimento da barragem de Brumadinho; na sequência, uma das maiores queimadas da história na floresta amazônica; e recentemente, vivenciamos o vazamento de óleo nas praias do Nordeste.

O que é desastre ambiental?

Um desastre ambiental pode ter causa:

Natural – quando é resultado de eventos da natureza, como tempestades, furacões, seca, terremotos, tsunamis. Sabendo que determinadas regiões são mais suscetíveis, casos como deslizamentos e enchentes podem ser evitados pelo poder público com ações de prevenção;

Atividade humana – é a causadora de desastres ambientais considerados criminosos, como as queimadas na Amazônia e o rompimento de barragens de rejeitos de minérios.

Além disso, também merecem atenção os desastres que acontecem todos os dias, como a grande produção de lixo, descarte incorreto de resíduos e poluição de mares, rios e lagoas pela falta de saneamento.

Florestas

Queimadas

Em 2019, as queimadas no Brasil aumentaram 82% em relação a 2018 entre janeiro e agosto.

2019: 71.497

2018: 39.194

Maior número de registros em 7 anos no Brasil, conforme o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)

Desmatamento

Em julho de 2019 foi detectado um aumento de 66% em relação a julho de 2018, segundo levantamento do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon)

Julho de 2019: 1.287 km²

Julho de 2018: 777 km²

O desmatamento é um processo de conversão da floresta para outros usos da terra, como pastagens, áreas de cultivos agrícolas, mineração ou fins de urbanização.

Oceanos, mares e rios

Plástico

O Brasil é o 4º maior produtor de lixo plástico do mundo, com 11 milhões de toneladas por ano.

O País recicla apenas 1,2% (145.043 toneladas) do plástico que gera.

Desastres ambientais: causas e consequências

Não somente pode-se afirmar que o resultado desses casos proporciona uma grande quantidade de prejuízos ambientais, como também gera um impacto negativo e em grande escala para a nossa sociedade, para a economia e até mesmo para a cultura.

As dimensões provocadas pelos desastres são constantes e dificilmente deixaremos de ver na história do Brasil seus efeitos, mesmo em casos de desastres ambientais de anos atrás!