Filosofia – Introdução

FILOSOFIA – INTRODUÇÃO

Para começarmos a entender ás questões que são pedidas no ENEM, é necessário, antes de tudo, entendermos o conceito inicial da Filosofia.

É verdade que é um tema chato e complexo? Sim. Entretanto, se faz necessário o conhecimento para que possamos aplicar o entendimento lá na frente. E o melhor, ainda há um Mapa Mental abaixo explicando a metodologia.

 

Sempre que estudamos uma determinada ciência é necessário conhecer seu significado etimológico, já que esta nos permite visualizar seu objeto de estudo. A palavra Filosofia provém das raízes gregas: philos amante e sophia sabedoria, motivo por qual, usualmente, é traduzida como “amor ao saber”.

 

Estudiosos consideram que a Filosofia surgiu na Grécia, nas colônias Jonias da Ásia Menor, no século VI a.C e faz referência a atitude dos primeiros pensadores enfrentar os problemas que apareceram na natureza, mediante a reflexão racional. Os gregos foram quem deixaram de lado ás explicações conservadoras, tradicionais, acríticas, fundamentadas em mitos, para dar um passo a uma explicação da natureza, da realidade e o homem, mediante o uso exclusivo da razão. Assim, temos de reconhecer que a capacidade de questionar racionalmente tudo quanto nos rodeia, é de origem filosófica.

A seguir, vamos analisar algumas fases da Filosofia na qual iremos abordar no blog:

Período Naturalista (pré-socráticos)
Período Humanista (sofistas e Sócrates)
Período das Grandes Sínteses (Platão e Aristóteles)
Período Helenístico (Cinismo, Epicurismo, Estoicismo, Ceticismo e Ecletismo)
Período Religioso (Neoplatonismo e início do pensamento cristão)

Entenda que a Filosofia cria as questões que a ciência precisa responder.

 

MAPA MENTAL

Deixe uma resposta