Exercícios

1 – (PUC-PR) A humanidade, após a Revolução Industrial, vem interferindo nos ecossistemas de maneira agressiva, provocando o aumento do efeito estufa e a destruição da camada de ozônio.

Como consequências dessas duas alterações, citam-se as seguintes:

I. Aumento da temperatura média do nosso planeta e da penetração de raios ultravioleta;

II. Degelo das regiões polares e aumento do número de câncer de pele;

III. Eutrofização das águas fluviais e aumento das micoses de pele.

Estão corretas:

a) somente I e II.

b) somente II.

c) somente I e III.

d) somente II e III.

e) todas.

2 – A destruição da camada de ozônio provoca o aumento da entrada dos raios ultravioleta na superfície terrestre em virtude da diminuição da concentração de ozônio (O³). São vários os impactos causados por essa alteração. Entre as proposições a seguir, assinale a alternativa incorreta:

a) O aumento da quantidade de raios ultravioleta pode contribuir para o aumento do aquecimento global.

b) A exposição aos raios ultravioleta pode provocar a redução de espécies de animais, bem como alterar o DNA desses seres vivos.

c) O aumento dos raios ultravioleta que atingem a superfície pode provocar o envelhecimento precoce e câncer de pele.

d) A grande quantidade de raios ultravioleta não prejudica o desenvolvimento das plantas, visto que não está associada a alterações no processo de fotossíntese.

RESPOSTAS:

1 – LETRA A

I – Correta

II – Correta

III – Eutrofização das águas fluviais significa modificação de características biológicas, físicas e químicas. Pode ter causas naturais ou ser provocada pelo homem, sendo assim, não é uma consequência do aumento do efeito estufa e da destruição da camada de ozônio. Além disso, micoses na pele também não são causadas por esses fatores.

2 – LETRA D

O aumento da quantidade de raios ultravioleta e a diminuição da camada de ozônio afetam o meio ambiente, bem como o desenvolvimento das vegetações, prejudicando o processo de fotossíntese e impactando o sistema nutritivo das plantas. O aumento da incidência dos raios UV lesiona as estruturas biológicas dos vegetais, como o DNA, alterando então o sistema fotossintético deles.