Protagonismo Feminino

Durante todos esses dias de estudos, nós vimos como iniciar uma Introdução, argumentar no Desenvolvimento e elaborar uma proposta de intervenção na Conclusão. Portanto, a partir de hoje, você desenvolverá sua redação de acordo com os temas que forem sendo adicionados no Cronograma.

Vou colocar textos motivadores aqui. Após isso, tentem elaborar a Redação de vocês.

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “O Protagonismo social da mulher na atualidade. Quais as consequências?”, apresentando proposta de intervenção. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

Mulheres conquistam espaço e esperam maior protagonismo feminino no futebol

Quando se fala da busca por igualdade de direitos feminina na sociedade é impossível não falar do papel feminino em um esporte e ambiente majoritariamente masculino e com raízes machistas e homofóbicas como é o futebol. Em diversos lugares do mundo, jogadoras, torcedoras, jornalistas e profissionais ligadas ao esporte reivindicam há anos um ambiente mais equitativo com acesso a mais direitos, melhores salários e a atenção midiática que merecem.

Existem inúmeros casos de total desatenção das autoridades do futebol, como o plantel do Atlético Huila, da Colômbia, campeão da Copa Libertadores feminina em 2018 e que por completo descaso da Federação Colombiana de Futebol e da CONMEBOL tiveram que viajar em condições precárias no retorno ao país. Imagens vazadas na internet mostravam as atletas dormindo no chão, após uma escala na Venezuela, onde por atraso na viagem, tiveram que esperar sete horas. As jogadoras denunciaram também que a premiação pelo título iria para a equipe masculina e não para elas.

Por outro lado, há o caso da jogadora argentina Macarena Sánchez, que encabeçou a luta pela profissionalização do futebol feminino argentino, tendo inclusive, recebido ameaças de morte. Isso serviu para que clubes como River Plate, Boca Juniors, Racing e San Lorenzo desenvolvessem campanhas solicitando a profissionalização, dando voz a Sánchez.

Disponível em: https://brusque.portaldacidade.com/noticias/esportes/mulheres-conquistam-espaco-e-esperam-maior-protagonismo-feminino-no-futebol-5031

TEXTO II

Mulheres conquistaram maior protagonismo nos últimos anos

Com luta e persistência, as mulheres avançaram e conquistaram mais espaço na sociedade nos últimos 10 anos. É verdade que as taxas de violência ainda são altas, os salários continuam inferiores aos dos homens e o machismo não desapareceu. No entanto, houve avanços importantes. O último e mais impactante deles foi a PEC das Domésticas. O Projeto de Emenda Constitucional, aprovado no governo Dilma, em 2013, reconheceu os direitos trabalhistas das empregadas domésticas e tornou obrigatório o pagamento do Fundo de Garantia do Tempo Serviço (FGTS). A lei entrou em vigor em 2015.

Cleide Pinto, presidente do Sindicato das Trabalhadoras Domésticas de Nova Iguaçu afirma que as domésticas estão sendo mais respeitadas depois da lei. “A relação com os patrões mudou. Estão mais cautelosos e respeitosos com nossos direitos. Aumentou muito os trabalhos de carteira assinada, inclusive esse foi o principal impacto da lei”, afirma Cleide, que trabalha em casa de família há mais de 20 anos. Nova Iguaçu, localizado na Baixada Fluminense, é um dos municípios da região metropolitana do Rio de Janeiro que de onde sai grande parte da mão de obra que atende o centro e os bairros nobres do Rio.

Ela relata ainda que os empregadores estão procurando mais o sindicato para se informar sobre a lei e os direitos das domésticas. “Subiu para 70% o número de patrões que procuram o sindicato para se adequar à lei. Antes da PEC esses interessados representavam apenas 20%”, explica. As mulheres que exercem essa profissão já começaram a ver a diferença entre o trabalho formal e informal. “Por conta da crise econômica atual, está havendo muitas demissões, mas a diferença é que agora nós temos direito a seguro desemprego e ao FGTS. Isso dá um respiro enquanto a gente tenta conseguir outro emprego”, destaca a presidente sindicato de domésticas.

Outra conquista importante que impactou na vida das mulheres e na sociedade foi a aprovação da Lei Maria da Penha, no governo Lula, que pune agressores que cometem violência contra a mulher. A lei que entrou em vigor em 2006, completou 10 anos no ano passado e já deixa um legado positivo, na avaliação da defensora pública do estado do Rio de Janeiro, Rosane Lavigne, que acompanhou de perto a criação desse dispositivo legal.

Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2017/03/08/mulheres-conquistaram-maior-protagonismo-nos-ultimos-anos/