Ovulogênese

Ovulogênese

O processo de formação do óvulo, denominado Ovulogênese é bem similar a Espermatogênese.

A Ovogonia cresce e se transforma em ovócito primário e mantém a quantidade de cromossomos que havia na ovogonia, isto é, 46 cromossomos. Essa transição é denominada fase de crescimento sem divisão celular. Após isso, o ovócito irá realizar a Meiose I. Quando o ovócito primário realiza a Meiose I ele origina duas novas células, que são: Ovócito II  e o Primeiro Glóbulo Polar.

[AdSense-B]

Entretanto, apenas uma célula será o ovócito secundário e essa é a grande diferença da Ovulogênese para a Espermatogênese, pois enquanto na Espermatogênese um espermatócito primário formava dois espermatócitos secundários, na Ovulogênese, apenas um ovócito secundário (que é a célula escolhida para se transformar em óvulo) forma um único ovócito secundário. Não entendeu? Veja o esquema abaixo de Mapa Mental de Ovulogênese.

[AdSense-B]

[AdSense-C]

Bom, é importante saber que a célula ovócito secundário é que vai ser liberada na tuba uterina da mulher para ser fecundado pelo espermatozoide. Veja como funciona no Mapa Mental da Tuba Uterina abaixo:

Tuba Uterina :::: Transportar o óvulo do ovário ao útero. Local onde ocorre a fertilização do óvulo pelo espermatozóide.

[AdSense-B]

[AdSense-A]

Caso o Ovócito secundário seja fecundado pelo espermatozoide, vai acontecer a Meiose II. Sendo assim, se originará o óvulo e dos glóbulos polares (nutrem o óvulo) e também o início de uma gravidez.

O Canal do VESTMapamental no YouTube possui um vídeo sobre o assunto:


[AdSense-B]