Sistema Genital Feminino

Sistema Genital Feminino

Sistema Reprodutor Feminino!

São órgãos vitais, pois garantem a perpetuação da espécie e precisam ser protegidos por uma caixa forte de tecido ósseo, que é a pelve (osso no quadril) que  protege os órgãos internos, tanto do homem quanto da mulher, assim como o cérebro é protegido por um capacete, o coração é protegido por grades, etc.

De uma maneira bem simples a mulher possui órgãos internos e externos.

[AdSense-B]

Internos

Ovários  ➡ Órgão mais importante do sistema reprodutor feminino. Existem dois ovários, um do lado direito e outro do lado esquerdo. Os ovários são órgãos importantíssimos para o processo reprodutivo da mulher porque eles têm duas funções primárias: Uma função é reprodutora e a outra é endócrina.

Na função reprodutora os ovários são importantes, pois produzem os óvulos e depois os amadurecem. A mulher já nasce com todos os óvulos prontos com cerca de 100 a 150 mil em cada ovário. E a partir da primeira menstruação , também chamada de menarca, a mulher começa a amadurecer um óvulo todo mês, isto é, os ovários são importantíssimos para produzir e amadurecer os óvulos e depois lançá-los nas tubas uterinas.

[AdSense-A]

Outra função dos ovários, no sentido endócrino, é produzir hormônios sexuais femininos que são o estrógeno (mudanças no organismo) e a progesterona (desenvolvimento dos vasos sanguíneos e  do endométrio no útero para receber o bebê).

Tubas Uterinas ➡ Existem duas tubas uterinas, uma do lado esquerdo e outra do lado direito, ou seja, uma tuba uterina para o ovário esquerdo e uma para o ovário direito.

[AdSense-B]

Nas tubas uterinas acontece a fecundação, ou seja, o encontro do espermatozoide com o ovócito, liberado pelo óvulo. O espermatozoide, dentro da vagina da mulher, penetra pelas tubas uterinas até encontrar-se com  o ovócito. Resumindo, quando o óvulo é fecundado, ele libera o ovócito que também sai pela tuba uterina, porém ele se aloca na parede do endométrio, no útero, para dar início a gravidez. Entretanto, caso não haja fecundação, esse óvulo segue o mesmo caminho, só que ele sai pela vagina como forma de menstruação.

Útero ➡ Há apenas um útero. O útero possui algumas camadas, como por exemplo, o Miométrio e o Endométrio. Vamos conhecer o que eles fazem!

Miométrio Durante o orgasmo há fortes contrações no Miométrio e essas contrações que ocorrem facilitam o movimento dos espermatozoides para o encontro com o óvulo.

[AdSense-C]

Se o óvulo não for fecundado, haverá a menstruação. Por exemplo, as cólicas existentes nas mulheres nada mais são do que as contrações do endométrio. Além disso, essa camada ajuda  a “expulsar” a menstruação e coopera para o nascimento do bebê.

Endométrio ➡ Se o óvulo for fecundado, o ovócito será liberado e ele irá se mover pelas tubas uterinas e se implantar na parede do útero (no endométrio) e isso formará a placenta, que dá nutrição para o desenvolvimento do bebê.

Vagina ➡ A vagina é recoberta por muco, isto é, glândulas secretoras de muco que são extremamente ácidos. Essa acidez ajuda a neutralizar algumas bactérias que vivem ali dentro.
A vagina basicamente é o ponto de introdução do pênis e o canal de saída da menstruação e do bebê durante o parto.

[AdSense-C]

Veja na imagem abaixo:

[AdSense-A]

Externos

Vulva ou Pudendo ➡  Constitui a parte externa dos órgãos genitais femininos.

Grandes Lábios e Pequenos Lábios ➡ São dobras de pele que servem como “portas” e elas evitam o corrimento daquele muco que tem dentro da vagina, sem o deixar escorrer. Quando ocorre corrimento é porque existe muita produção de muco e pode estar acontecendo algum tipo de infecção na vagina.

[AdSense-B]

Resumindo então: Para bactérias pequenas, existe a acidez da vagina que inibe e para agressores maiores existem os pequenos e grandes lábios, além dos pelos pubianos que protegem.

Clitóris ➡ É um órgão de excitação sexual. Quando excitado, ele gera contrações na vagina e no útero que ajudam o espermatozoide a nadar pelas tubas uterinas até o óvulo.

[AdSense-B]

Nosso Canal no YouTUBE com vídeo-aulas